Melhoria de Produtividade

Abordagem que utilizamos para melhorar a produtividade de um processo é baseada na fórmula abaixo:

 

Volume Produzido = Tempo de Ciclo x Eficiência (OEE) x Horas Disponíveis

 

O objetivo principal é produzir a máxima capacidade possível com o menor custo. Portanto, deve-se constantemente buscar o limite de desempenho do sistema, ou seja, o mínimo tempo de ciclo para uma máquina, linha ou célula de produção, operando com a mais alta eficiência. O reconhecimento dos limites do sistema (tempo de ciclo e eficiência) permite definir o padrão de performance atual e comparar com a referência e assim permitir definir metas de curto, médio e longo prazo.

Para otimizar o tempo de ciclo de um sistema, utilizamos a ferramenta da Teoria das Restrições, visando garantir que o gargalo seja identificado, conhecido por todos e o sistema trabalhe para que ele nunca pare.

Como foco em aumentar a eficiência, sugerimos a utilização do indicador OEE (Overall Equipment Effectiveness), que foi desenvolvido pelo JIPM (Japan Institute of Plant Maintenance).  O OEE monitora a agregação de valor de um equipamento, ou seja, mede o número de peças boas produzidas comparado com a quantidade de peças que deveria ser produzida baseado na capacidade do gargalo em um mesmo determinado período de tempo. 

 

Alguns insights para ajudar a detectar oportunidades na área de Métodos e Tempos:

  • Sente que tem recursos disponíveis (e custos) e mesmo assim não consegue entregar o programado? 

  • Percebe que, na prática, sua empresa não consegue produzir o que os cálculos de capacidade demonstram?

  • Nota que sua empresa possui equipamentos e equipe subutilizados? 

  • Seu sistema trabalha subordinado ao gargalo?

  • Existe indicador de eficiência na sua empresa, e é comparado com a capacidade máxima?

  • Há desdobramento e tratativa de perdas?

 

Ficou interessado? Entre em contato para um diagnóstico sem compromisso.

Contate-nos